Resenha – Charming Spray de Brilho Argan da Cless

Estava passeando pela Hair Brasil 2012 com a fofa da Dani do Beleza F5, quando ela me apresentou a Cless – marca que admito nunca ter ouvido falar – e seus lançamentos super bacanas desta estação.

Fique surpresa com o tanto de coisa bacana que eles estavam lançando: Luxor Spray Higienizador e Desodorizador de escovas, pentes e perucas que é ótimo para também para limpar pincéis de make a seco, o Essenza Botox Capilar que preenche a fibra e forma um filme retendo a umidade do cabelo e deixando muito mais bonito e hidratado, Charming Spray Fixador de Maquiagem que serve para todo o tipo de pele e ajuda a manter sua make por mais tempo, o Kit Banho de Lua Lightner Aromatherapy que além de ser um banho de lua super completo, ainda é quase um spa porque contém uma infinidade de produtos para cuidado da pele como sais e hidratantes.

Mas o lançamento que mais aguçou minha curiosidade foi o Charming Spray de Brilho Argan que recebi da fofa da Carol do marketing da Cless para testar e depois muito de usar (e amar!) vim resenhar para vocês.

O que promete o fabricante


O Spray de Brilho Argan Charming dá brilho, repara e reduz o frizz dos fios.
Por possuir óleo de argan em sua formulação, ele auxilia na nutrição e reestruturação dos cabelos secos e quebradiços, além de proteger de danos físicos causados pelo secador e chapinha ou químicos gerados por alisamentos, progressivas, colorações ou descolorações.

Conhecido como ouro marroquino, o Argan traz da natureza propriedades que agem da raiz às pontas, não pesa nos fios e é rico em vitamina E e ácidos graxos essenciais, substancias indispensáveis à saúde dos cabelos.

O que eu achei

Como eu já tinha dito no meu post de óleos de argan que testei (se não leu, clique aqui!), minha grande frustração em função de ter cabelos cacheados, era somente conseguir um bom efeito aliando o uso do ouro marroquino com leave-in ou escova. Passá-lo sozinho e nada era a mesma coisa.
Mas para mim o Charming Spray de Brilho soszinho já se bastou!
Passei uma pequena quantidade em apenas um dos lados do cabelo e já pude sentir a diferença em segundos, é impressionante.

Como meu cabelo é naturalmente seco, lavo apenas dia sim/dia não.
Normalmente ele fica lindo e cacheado após a lavagem, porém bagunçado e disforme no dia seguinte.
Meu primeiro teste então foi passar o spray com o cabelo “sujo” e com frizz.
O efeito foi super bacana, pois não deixou o cabelo nada oleoso (como o próprio óleo se usado sozinho ou em excesso deixa), reduziu o frizz e deixou o cabelo tãoooooo macio que fiquei até feliz.

Fiz o mesmo teste logo após a lavagem (e após a aplicação do leave-in) e o cabelo se manteve super brilhoso e macio pelo dia inteiro!

E o último foi passar o spray antes – e durante – a escova. O efeito é exatamenteo o mesmo do óleo de argan. Como não amar?

Avaliação Final do Produto:

Enquanto é necessário desembolsar uma pequena fortuna para comprar um vidrinho do óleo de argan – e se você tem cabelo como o meu, nem vai funcionar sozinho – o Charming Spray Brilho de Argan vem para o mercado com o custo médio entre 20 e 25 reais e com uma embalagem enorme de 400 ml.

Além do preço amigo, ao menos o efeito após secador e chapinha é absolutamente o mesmo: cabelos macios, com brilho e aquele cheirinho gostoso do óleo de argan.

Minha única ressalva é que, pelo fato da embalagem ser grande, é ótima para usar em casa, porém não muito prática para levar em viagens. #ficadica

Resenha – Óleo de Argan Moroccanoil, Kaedo e Inoar

Desde os primórdios, vivo numa briga diária com o meu cabelo: o excesso de volume, o frizz, aquele monte de cabelinhos novos gigantes que me deixam parecendo um sol quando faço rabo de cavalo…Deus que me perdoe, mas meu cabelo me irrita muuuuuuito! rs

E no ano passado, com o “boom” do Maroccanoil, dei pulinhos de alegria pensando que meus problemas tinham acabado…mas ainda não seria dessa vez. Uma amiga que voltou de viagem com o cabelo lindíssimo, trouxe um vidrinho de Maroccanoil de presente para mim e explicou: “você lava e condiciona o cabelo normalmente. Só substitui o óleo pelo leave-in na finalização.”

Segui a risca, e…vixi! Fiquei parecendo a Maria Bethânia 🙁
Como o meu cabelo é muito fininho, os cachos não se formaram direito, o cabelo ficou todo disforme e dali alguns instantes o frizz subiu.
Não posso negar que o cabelo fica macio e super brilhante. Mas o aspecto não favoreceu…

Aposentei então o óleo milagroso no armário do banheiro…até ter algumas outras idéias de como usar e fazer algumas experiência com ele, o óleo de argan da Kaedo e da Inoar que havia ganho.

Óleo de Argan – Moroccanoil

O que diz o fabricante
O Moroccanoil óleo promete dar elasticidade, brilho, fortalecer, condicionar e proteger os cabelos das agressões externas

Os testes que fiz e o que achei

Moroccanoil como leave-in: o cheirinho é uma delícia e o cabelo fica super macio, mas como já dito acima, o aspecto fica deplorável 🙁

Moroccanoil como leave-in pós escova: funcionou super bem! Ao contrário do óleo anti-frizz da L’Oreal que eu usava, o Moroccanoil não deixa o cabelo gorduroso e segura bem o frizz.
Tudo isso sem contar o brilho lindíssimo que foi possível ver até em fotos 🙂

Moroccanoil misturado com creme para pentear: acho que este é o único jeito bacana que já inventaram para quem tem cabelo cacheado. O leave-in escolhido foi o Sérum Reparador da L’Occitane, que rende bastante, tem um cheiro maravilhoso e define os cachos sem deixar o cabelo pesado. Porém para a minha surpresa, o efeito foi exatamente o mesmo sem a mistura do óleo!
Logo, apenas o Sérum já atenderia as minhas necessidades.

Óleo de Argan – Kaedo

O que diz o fabricante
Além do óleo de argan,  contém Nanooil®, é rico em ômega 3 e 6, vitamina
Nutre e revitaliza o couro cabeludo e a fibra capilar. Fortalece o cabelo proporcionando brilho natural, luminosidade, flexibilidade e suavidade

Os testes que fiz e o que achei

Óleo Kaedo como leave-in: assim como o Moroccanoil, o aspecto do cabelo também não ficou bacana 🙁

Óleo Kaedo como leave-in pós escova: também funcionou super bem! Ao invés de passar após a escova para finalizar, passei com o cabelo molhado e com o calor o efeito foi muito bacana…não subiram aqueles malditos fiozinhos novos e o cabelo ficou com um brilho lindo.

Óleo Kaedo misturado com creme para pentear: o leave-in escolhido também foi o Sérum Reparador da L’Occitane e como o óleo da Kaedo é o mais fluído, usei apenas 4 gotinhas. Porém o efeito se manteve como se fosse apenas o Sérum.

Óleo de Argan – Inoar

O que diz o fabricante
Tratamento potencializador de químicas e reparador de fios. Sela as cutículas, adiciona maciez e brilho aos fios, enquanto disciplina e corrige as pontas duplas. Acelera a escova e protege contra o calor. Preserva a cor e diminui a agressão dos tratamentos químicos.

Os testes que fiz e o que achei
Óleo Inoar como leave-in: como os resultados anteriores já haviam se mostrado desfavoráveis, nem testei o óleo sozinho.

Óleo Inoar como leave-in pós escova: embora o cheirinho do óleo da Inoar seja o mais gostoso dos três, ele é muito denso, então minha sugestão é passar no cabelo molhado ANTES da escova/chapinha para não deixar o cabelo muito pesado ou oleoso.

Óleo Inoar misturado com creme para pentear: ao contrário dos anteriores, quando misturado com o Sérum Reparador, ele mudou o aspecto, densidade e aroma do produto. Porém, o resultado final foi o mesmo.

Avaliação Final dos Produtos:

Para quem tem cabelos lisos e/ou químicamente tratados, de fato o óleo de argan confere brilho, movimento e maciez espetaculares.
Mas para quem tem o cabelo ondulado ou cacheado como o meu, embora a hidratação seja ótima e o efeito pós escova/chapinha seja lindo, apenas o uso do óleo não é o suficiente.

Para um melhor resultado, é necessário usar a máscara de óleo de argan ou o leave-in de sua preferência 🙂

Qual deles eu mais gostei? Bom, como três tiveram resultados extremamente semelhantes no meu cabelo, eu recomendaria sem medo qualquer um deles.

Beijo grande e boa semana!