Dica de Leitura – Trilogia 50 Tons de Cinza

Antes de começar a nossa segunda – e eventualmente polêmica – dica de leitura aqui no blog, eu gostaria de partilhar alguns fatos sobre mim: amo ler desde muito pequena. Além de contar inúmeras estórias infantis, quando eu era apenas um bebê minha mãe me deu aqueles livrinhos de pano e de borracha (para folhear no banho) despertando meu amor pela leitura e dando início ao meu carinho enorme por livros. Li a infância e adolescência inteira: de livros de RPG, a toda a coleção do Sidney Sheldon e ainda livros de Auto-Ajuda como “Quem Mexeu no meu Queijo?”.

Já há alguns anos, meus títulos preferidos são profissonais (sobre Empreendedorismo, Sistema Toyota e Gerenciamento de Projetos) e também épicos/fantasia (como Crônicas Saxônicas, Mitologia Nórdica, Senhor dos Anéis, etc), mas baseada na minha trajetória de leitora eclética e assídua, me sinto preparada e livre de preconceitos para comentar este romance (ou softporn) tão atacado pela crítica. Decidi ler os 3 livros (50 Tons de Cinza, 50 Tons mais Escuros e 50 Tons de Liberdade) antes de escrever e como terminei na última semana, aqui vamos nós.

***Atenção: contém spoilers do livro***

Sem julgar a autora, seu passado ou a quantidade de edições e traduções já realizadas: o livro se trata de um romance água com açúcar – e um pouquinho de sacanagem – entre a jovem Anastácia Steele e o mega-empresário Christian Grey. Lembram daquelas revistinhas antigas tipo Sabrina, que nossas tias liam na intimidade? A trilogia segue exatamente o mesmo estilo!

A jovem/virgem/inocente/estudiosa/romântica Anastacia Steele vai até a empresa do gostosão/irresistível/multimilionário/controlador/sadomasoquista Christian Grey para ajudar a sua amiga Kate que precisava entrevistá-lo para o Jornal da Faculdade, mas que ficou muito doente na véspera da entrevista.

Rola um climinha entre os dois e um tempo depois ele vai até a loja de materiais de construção que ela trabalha para investir no xaveco. Eles se apaixonam e conforme vão se descobrindo, com seus medos, defeitos e particularidades, vão se unindo e aprendendo como conviver neste turbilhão de emoções: ela conhecendo um mundo de luxúria e prazer, ele conhecendo o afeto e o amor. Todo esse blablabla dura os 3 livros.

Entre idas, vindas e muito sexo selvagem, os dois se casam, toda família fica feliz, ela engravida (idas e vindas again) se tornam uma família multimilionária normal e vivem felizes para sempre.

E o povo ainda se pergunta porque esse livro fez tanto sucesso??? Já li critícas sobre se tratar de uma história de interesse, sobre ser algo muito irreal…mas o motivo chave está mais do que claro: qual garota não sonhou em conseguir mudar defeitinhos de seu namorado/marido (que atire a primeira pedra quem nunca!), viajar pelo mundo, ter um deus do sexo ao seu lado e tudo isso numa casa perfeita com a família de pessoas caridosas e perfeitas? Esse livro acaba suprindo o lado emocional/carente de milhões de mulheres e ainda é uma história romântica e fofa para o resto da população.

***Fim dos Spoilers***

O que achei da Trilogia 50 Tons de Cinza?

De fato são livros que não fazem muito o meu estilo. Embora eu tenha terminado o primeiro e ficado super ansiosa para ler o segundo, este se arrastou e li o terceiro em dois dias durante as chuvas que peguei na praia. Decidi pular as partes detalhadas da relação sexual e isso fez com que a minha leitura fosse incrivelmente mais rápida e menos massante! hehehe

Acredito que não leria outro livro no estilo ou uma eventual continuação, mas fico extremamente satisfeita de ver que este livro trouxe para o mundo da leitura tantas e tantas pessoas que há anos não liam nada. Eu mesma repassei o primeiro volume para diversas amigas (e mães de amigas!) que há muito não se interessavam por livros e que engrenaram lendo vorazmente os demais.

Então, se for pra servir de porta da entrada para o mundo mágico que se abre pelo hábito da leitura, que venham mais Tons de Cinza, Crepúsculos, Harry Potters e tantos outros fenômenos de leitura, com nem tanto conteúdo, mas com um imenso portal para o mundo mágico da imaginação!

Beijinhos e uma excelente semana!