Um Ano sem Compras: Semana 18 + hora do balanço

Parecia impossível, mas já se passaram incríveis 18 semanas de aprendizado na minha nova vida mais feliz e menos consumista. Cada não que disse pra mim mesma durante esse tempo, trouxe um gostinho diferente, uma vitória diferente e uma conscientização muito maior sobre as coisas, para que elas realmente servem – em breve postarei perguntas interessantes de se fazer antes de investir um dinheirão em algo que deseja – e como posso viver bem sem elas.

No início do desafio fiquei super animada ao ver que amigas e leitoras resolveram entrar nessa comigo. Algumas ficaram pelo caminho, outras estão se preparando para começar o desafio e algumas poucas seguem firmes e fortes rumo ao objetivo de 365 dias sem compras. Então acho que agora, que completamos 1/3 do desafio, chegou a hora de fazermos um balanço para vermos se conseguimos cumprir o que planejamos ou não.

Como eu disse no primeiro post do ano, não decidi iniciar esse desafio com o objetivo de economizar ou comprar algo especial. A idéia era me desprender o sentimento de necessidade por bens materiais e aprender a dizer não para qualquer lançamento ou liquidação que fosse. Fico feliz de olhar pra trás e ver que consegui fazer isso com sucesso. Troquei o “ter”pelo “viver momentos especiais”e fui em vários shows sensacionais, sai para almoçar fora com as amigas diversas vezes e fiz um curso de inglês de 2 semanas em San Francisco. Mas vale observar que nesses 4 meses eu não guardei guardei dinheiro. Nenhum realzinho sequer. Mas por escolha própria.

Nessa segunda etapa do desafio, eu creio que também não vá conseguir juntar dinheiro em função do dia das mães, viagens da Copa (omprei ingressos/passagem/hotéis para 2 jogos da Copa), e outros gastos já programados. Mas não estou preocupada com isso porque tenho conseguido viver de maneira leve com cada vez menos.

Então minha meta para este próximo quadrimestre será revisitar meu armário e ver o que eu não usei nestes quase 5 meses de desafio e o que poderia doar/trocar/desapegar para que o que não tem utilidade para mim hoje, tenha utilidade para alguém.

E que venha a segunda parte do desafio ♥