Resenha – Óleo de Argan Moroccanoil, Kaedo e Inoar

Desde os primórdios, vivo numa briga diária com o meu cabelo: o excesso de volume, o frizz, aquele monte de cabelinhos novos gigantes que me deixam parecendo um sol quando faço rabo de cavalo…Deus que me perdoe, mas meu cabelo me irrita muuuuuuito! rs

E no ano passado, com o “boom” do Maroccanoil, dei pulinhos de alegria pensando que meus problemas tinham acabado…mas ainda não seria dessa vez. Uma amiga que voltou de viagem com o cabelo lindíssimo, trouxe um vidrinho de Maroccanoil de presente para mim e explicou: “você lava e condiciona o cabelo normalmente. Só substitui o óleo pelo leave-in na finalização.”

Segui a risca, e…vixi! Fiquei parecendo a Maria Bethânia 🙁
Como o meu cabelo é muito fininho, os cachos não se formaram direito, o cabelo ficou todo disforme e dali alguns instantes o frizz subiu.
Não posso negar que o cabelo fica macio e super brilhante. Mas o aspecto não favoreceu…

Aposentei então o óleo milagroso no armário do banheiro…até ter algumas outras idéias de como usar e fazer algumas experiência com ele, o óleo de argan da Kaedo e da Inoar que havia ganho.

Óleo de Argan – Moroccanoil

O que diz o fabricante
O Moroccanoil óleo promete dar elasticidade, brilho, fortalecer, condicionar e proteger os cabelos das agressões externas

Os testes que fiz e o que achei

Moroccanoil como leave-in: o cheirinho é uma delícia e o cabelo fica super macio, mas como já dito acima, o aspecto fica deplorável 🙁

Moroccanoil como leave-in pós escova: funcionou super bem! Ao contrário do óleo anti-frizz da L’Oreal que eu usava, o Moroccanoil não deixa o cabelo gorduroso e segura bem o frizz.
Tudo isso sem contar o brilho lindíssimo que foi possível ver até em fotos 🙂

Moroccanoil misturado com creme para pentear: acho que este é o único jeito bacana que já inventaram para quem tem cabelo cacheado. O leave-in escolhido foi o Sérum Reparador da L’Occitane, que rende bastante, tem um cheiro maravilhoso e define os cachos sem deixar o cabelo pesado. Porém para a minha surpresa, o efeito foi exatamente o mesmo sem a mistura do óleo!
Logo, apenas o Sérum já atenderia as minhas necessidades.

Óleo de Argan – Kaedo

O que diz o fabricante
Além do óleo de argan,  contém Nanooil®, é rico em ômega 3 e 6, vitamina
Nutre e revitaliza o couro cabeludo e a fibra capilar. Fortalece o cabelo proporcionando brilho natural, luminosidade, flexibilidade e suavidade

Os testes que fiz e o que achei

Óleo Kaedo como leave-in: assim como o Moroccanoil, o aspecto do cabelo também não ficou bacana 🙁

Óleo Kaedo como leave-in pós escova: também funcionou super bem! Ao invés de passar após a escova para finalizar, passei com o cabelo molhado e com o calor o efeito foi muito bacana…não subiram aqueles malditos fiozinhos novos e o cabelo ficou com um brilho lindo.

Óleo Kaedo misturado com creme para pentear: o leave-in escolhido também foi o Sérum Reparador da L’Occitane e como o óleo da Kaedo é o mais fluído, usei apenas 4 gotinhas. Porém o efeito se manteve como se fosse apenas o Sérum.

Óleo de Argan – Inoar

O que diz o fabricante
Tratamento potencializador de químicas e reparador de fios. Sela as cutículas, adiciona maciez e brilho aos fios, enquanto disciplina e corrige as pontas duplas. Acelera a escova e protege contra o calor. Preserva a cor e diminui a agressão dos tratamentos químicos.

Os testes que fiz e o que achei
Óleo Inoar como leave-in: como os resultados anteriores já haviam se mostrado desfavoráveis, nem testei o óleo sozinho.

Óleo Inoar como leave-in pós escova: embora o cheirinho do óleo da Inoar seja o mais gostoso dos três, ele é muito denso, então minha sugestão é passar no cabelo molhado ANTES da escova/chapinha para não deixar o cabelo muito pesado ou oleoso.

Óleo Inoar misturado com creme para pentear: ao contrário dos anteriores, quando misturado com o Sérum Reparador, ele mudou o aspecto, densidade e aroma do produto. Porém, o resultado final foi o mesmo.

Avaliação Final dos Produtos:

Para quem tem cabelos lisos e/ou químicamente tratados, de fato o óleo de argan confere brilho, movimento e maciez espetaculares.
Mas para quem tem o cabelo ondulado ou cacheado como o meu, embora a hidratação seja ótima e o efeito pós escova/chapinha seja lindo, apenas o uso do óleo não é o suficiente.

Para um melhor resultado, é necessário usar a máscara de óleo de argan ou o leave-in de sua preferência 🙂

Qual deles eu mais gostei? Bom, como três tiveram resultados extremamente semelhantes no meu cabelo, eu recomendaria sem medo qualquer um deles.

Beijo grande e boa semana!

7 thoughts on “Resenha – Óleo de Argan Moroccanoil, Kaedo e Inoar

  1. Rai! Eu já usei o moroccanoil e curti…Usei como finalizador… Mas é aquilo, nao pode passar muito, senao enseba demais…rsrsrs Tbm recomendo! Cheirinho maravilhoso! Bjssss

  2. Oi Raissa tudo bem? Por coincidencia ontem usei oleo de argan. Meus cabelos ficaram "mara". Hoje, depois de pentear, parecia que eu tinha passado chapinha de tao soltinho e macio que ficaram meus cabelos. Amei esse oleo.
    Bjs.
    Adriana Docena

  3. acho que o resultado do uso de produtos para cabelo é muito relativo – depende de cabelo para cabelo e do estado do cabelo. Meu cabelo é ondulado, cacheado (não sei definir, pois ele é um verdadeiro mutante: ora cacheado, ora ondulado).
    usei o óleo de argan da INOAR e meu cabelo está perfeito: secou uniformemente, está hidratado, macio, com um brilho de dar inveja e as pontas duplas sumiram.

  4. Pingback: My Homepage

  5. Já usei Moroccanoil e resolvi fazer o teste e usar o da Inoar,adoreei,muito bom tb,não ficou devendo nadinha pra Moroccanoil.
    Compro sempre na Tutty free e recomendo pra todod mundo,tem os dois lá com preços ótimos…www.tuttyfree.com.br Beijinhos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *